O que é que você tem com isso? por Eliane Cavalleiro

O que o jogador do Milan e seus filhos têm em comum? Infelizmente não é o salário no final do mês. Mas estão sujeitos á vivenciarem a experiência racista que tanto incomoda, fere, perturba, desumaniza e compromete o nosso desempenho devido ao forte stress que o racismo provoca no corpo físico e no estado emocional.

O meia ganês do Milan, Kevin Prince Boateng, irritado com os insultos racistas dos torcedores deixou o campo no meio da partida. Num ato de solidariedade, pois inconformados com os racistas presentes no estádio, sua equipe também abandonou a partida.

Você já parou para pensar como se sente seu filho ou filha (ou qualquer outra criança) quando vivenciam situações semelhantes á essas no cotidiano escolar? Na escola de seus filhos já houve semelhante ação coletiva por parte dos profissionais da educação? Você nota a mesma solidariedade e indignação sobre a incidência do racismo e da discriminação para com nossas crianças e adolescentes negros?

Se da noticia do jornal sobre a partida de futebol interrompida restou a você apenas a sensação de disperdício de oportunidade para mais uma partida de futebol, é melhor você abrir seus olhos negros.

Assim como os outros três jogadores negros do Milan tambêm se sentiram ofendidos, seus filhos e filhas são também devastados pela experiência racista mesmo quando não são suas vítimas diretas. O racismo é tao nefasto que marca as experiência das pessoas negras mesmo quando não são seus alvos principais.

Fonte: Facebook de Eliane Cavalleiro

+ sobre o tema

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

Estudo mostra o impacto do fator racial materno no desenvolvimento infantil

O ganho de peso e o crescimento dos filhos está diretamente relacionado ao fator etnorracial...

para lembrar

Guerreiro Ramos, pioneiro nos estudos do racismo no Brasil

Não foram poucas as controvérsias protagonizadas, em vida, pelo...

Na Feira do Livro, Sueli Carneiro escancara racismo que ainda divide o Brasil

"Eu vivo num país racialmente apartado", afirma a filósofa Sueli...

“Mesmo com vice negra, somos oprimidas”, diz escritora colombiana

A escritora e jornalista colombiana Edna Liliana Valencia, de...

Em Moçambique, Anielle Franco assina acordo de combate ao racismo

Com agenda intensa em na África do Sul, a...
spot_imgspot_img

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria racial e ter sido esganado por uma mulher após discutir com o genro dela, em São...

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar o pé na rua. Inclui jamais sair sem um documento; não ir ao supermercado com...

Aos ‘parças’, tudo

Daniel Alves da Silva, 40 anos, 126 partidas pela Seleção Brasileira, 42 títulos, duas vezes campeão da Copa América e da Copa das Confederações,...
-+=