Programa de pesquisa britânico é condenado por racismo contra médicos quenianos

Pesquisadores teriam sido passado para trás em promoções e financiamentos

Seis médicos quenianos foram indenizados em cerca de R$ 700 mil, no total, em compensação por terem tido suas carreiras “empacadas” por “racismo institucional” em um programa de pesquisa em parceria com o Reino Unido, noticiou na terça-feira a revista Nature.

A decisão foi proferida no dia 18 pelo tribunal industrial do Quênia, que considerou que os médicos enfrentaram “discriminação sistemática” enquanto trabalharam no Instituto de Pesquisa Médica do Quênia – Programa de Pesquisa do Wellcome Trust, maior instituição de caridade em saúde do Reino Unido.

Samson Gwer, Michael Mwaniki, Nahashon Thuo, John Wagai, Moses Ndiritu e Albert Komba alegaram que foram passado para trás em promoções e financiamentos do programa, tocado em parceria com a Universidade de Oxford. Os médicos também relataram que não recebiam o devido crédito por sua pesquisa e que eram sucessivamente submetidos a contratos de curto prazo enquanto seus colegas europeus subiam rapidamente os degraus da vida acadêmica.

O instituto acabou sendo a única organização condenada, já que a Universidade de Oxford e o Wellcome Trust não são reconhecidos juridicamente no Quênia.

Entre outras recriminações, a sentença afirma que o instituto “perpetrou práticas de trabalho injustas” ao suspender os pesquisadores quando eles se queixaram, além de estabelecer “condições” para a readmissão dos médicos.

Gwer disse que a decisão prepara o terreno para um exame rigoroso da forma com que as parcerias científicas são administradas entre os países em desenvolvimento e os desenvolvidos.

Fonte: Planeta Ciência

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

I Seminário Nacional sobre os impactos do Racismo na Ciência e na Saúde

É inegável o crescimento de políticas públicas e de...

Campanha do Estado sobre racismo institucional é finalista de prêmio nacional

A campanha sobre o racismo institucional do Governo do...

Painel trata combate ao racismo como exercício de cidadania e justiça

A busca por uma sociedade coletivamente solidária, com igualdade...

Como eu dominei o vento – William Kamkwamba

Para ler por em portuges escolha subtitulos em português Obrigado....
spot_imgspot_img

Estudantes contam como diretores do IFAL desencorajam denúncias de casos de racismo

Mobilizados contra casos de racismo, assédio e LGBTfobia no Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Maceió, estudantes revelam como foram sistematicamente desencorajados por diretores...

Enegrecer a docência universitária

Um educador em um sistema de opressão é revolucionário ou opressor.   ‒ Lerone Bennett Jr. Peço licença para iniciar este texto com um dado bastante obsceno:...

Empresas lucram com a diversidade, mas não lidam com a diferença

No final dos anos de 1990, quando eu terminava o Ensino Médio, comecei a procurar emprego de carteira assinada. Eu tinha pouca experiência, era...
-+=