Racismo na escola: ‘Vamos cuidar do futuro das nossas crianças brancas’

por: Ana Carolina Bonjardim Filizzola

Exatamente isso foi pichado hj (16/10) no muro na EMEI Guia Lopes, localizada no bairro da Fregesia do Ó em São Paulo, onde sou professora.

A escola vem realizando uma série de projetos para implementar as diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais.

Essa semana as crianças puderam vivenciar uma oficina de tambor e música com um grupo de reggae rasta. Diferentes atividades com música, fotografia, corpo e arte tem sido realizadas na escola com vista a uma formação que vá na contra-mão do preconceito e incentive/cultive relações de solidariedade, respeito, amizade, nao preconceito. No entanto, hoje (16/10), o muro da escola foi pixado com duas suásticas nazistas com a seguinte inscrição: “VAMOS CUIDAR DO FUTURO DAS NOSSAS CRIANÇAS BRANCAS”.

É assustador saber de uma coisa dessas. Por favor, ajudem a divulgar!!!

emei

Fonte: Maria Frô

+ sobre o tema

“Creuza Oliveira é uma estrela negra que vem iluminando a nossa trajetória de luta”, diz Luiza Batista

A coordenadora geral da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas...

Parentes de vítimas do “Massacre de Paraisópolis” pedem justiça

Familiares dos jovens assassinados no caso que ficou conhecido...

Direitos das mulheres afrodescendentes são reforçados na COP 28 por Geledés

No primeiro dia de participação de Geledés – Instituto...

para lembrar

Comunicado Original de Federación Panafricanista

Fonte: Panafricanos.com   OTRO atentado racista contra un joven negro en...

Miss Brasil Raissa Santana é alvo de preconceito racial nas redes sociais

A umuaramense Raissa Santana, de 21 anos, eleita Miss...

Revista Claudia e UNIFEM:Defendem Pelo fim do Racismo

  Com imediata adesão à campanha "Pelo fim...

‘BBB17’: racismo e intolerância contra Gabi Flor marca início de nova temporada

A baiana Gabi Flor já foi chamada de 'macumbeira'...
spot_imgspot_img

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...

‘Moro num país racista’, diz empresário que encerrou contrato de R$ 1 mi por ser chamado de ‘negão’

Nem o ambiente formal de uma reunião de negócios foi capaz de inibir uma fala ofensiva, de acordo com Juliano Pereira dos Santos, diretor...
-+=