Tanques franceses invadem bunker de Gbagbo e prendem ex-presidente

 

Forças especiais francesas prenderam Laurent Gbagbo, presidente em exercício da Costa do Marfim, e o entregaram aos líderes da oposição rebelde, depois que tanques franceses invadiram sua residência, disse um assessor de Gbagbo na França.

– Gbagbo foi detido pelas forças especiais francesas em sua residência e foi entregue aos líderes rebeldes – disse Toussaint Alain à agência inglesa de notícias Reuters.

O presidente estava vivendo em um bunker na residência em Abidjan há cerca de uma semana. Depois de uma década no poder, ele se recusa a sair apesar de as Nações Unidas terem reconhecido o presidente eleito nas eleições de novembro, Alassane Ouattara. Tanques franceses avançaram pelo centro de Abdijã na manhã desta segunda-feira, um dia depois de um segundo bombardeio aéreo que alvejou posições de Gbagbo na capital.

Forças leais a Ouattara aderiram aos confrontos, atacando alvos próximos da rede de TV estatal e a casa de Gbagbo, de acordo com relatos de testemunhas. A poucos metros da casa de Gbagbo, moradores disseram ter visto dez veículos blindados com a bandeira francesa circulando na manhã desta segunda-feira, o que forçou os homens leais ao presidente a deixarem a região. Dois dos tanques bloquearam o acesso à região, enquanto os outros seguiram para a casa do presidente.

Perto dali, homens leais a Ouattara seguiram na direção da TV estatal, o que aparentemente seria uma ação coordenada. O ministério da Defesa da França não comentou de imediato a ação. Na região comercial de Plateau, testemunhas dizem ter visto soldados franceses se confrontando com seguidores de Gbagbo perto do palácio presidencial. Gbagbo perdeu o controle do país há cerca de duas semanas, quando partidários de Ouattara – considerado internacionalmente como vencedor das eleições presidenciais– tomaram conta do norte e do oeste do país, além de Abdijã.

A atual crise marfinense começou depois do segundo turno das eleições presidenciais, em 28 de novembro, quando Gbagbo, presidente da Costa do Marfim desde 2000, se negou a admitir sua derrota frente a Ouattara e a ceder o poder, apesar do forte pressão internacional para que deixe a presidência.

Foguetes franceses

Neste domingo, helicópteros da França e da ONU lançaram foguetes contra a residência de Gbagbo, em uma retaliação aos ataques contra civis. Moradores próximos do complexo presidencial disseram ter visto dois helicópteros da ONU Mi-24 e um francês abrirem fogo contra a residência, onde Gbagbo se mantém em um bunker. Um repórter da agência norte-americana de notícias Associated Press disse ter visto helicópteros decolarem de uma base militar e minutos depois foram ouvidas explosões na direção da residência do presidente. Outros helicópteros franceses decolaram nas horas seguintes e novos bombardeios foram ouvidos.

 

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Divas na cozinha

É bem verdade que, sob as luzes dos holofotes,...

Corinthians tem primeiro técnico negro em 24 anos. E por que isso é importante?

O acerto entre Cristóvão Borges e Corinthians engloba ao...

Machado de Assis

Machado de Assis     (...) Assim são as páginas da...

Aos 62 anos, morre jornalista e apresentadora Graça Araújo vítima de um AVC

O jornalismo perdeu, na tarde deste sábado (8/9), uma...

para lembrar

“Os heróis não se pareciam comigo”, diz Danai Gurira sobre o Pantera Negra

A atriz Danai Gurira, famosa por interpretar a Michonne...

SELO: 2011 Novembro NEGRO – Ano Internacional dos Afrodescendentes

A comemoração do 20 de Novembro como Dia Nacional...

Iemanjá mostra força dos valores afro-brasileiros frente ao racismo religioso

Mobilização em todo o país revela que as religiões...
spot_imgspot_img

Coletivo Kukuru Itan realiza oficina gratuita de teatro de Nanã para idosos durante o mês de junho

Com a missão de valorizar a identificação de idosos racializados, sobretudo negros, o Coletivo Kukuru Itan criou a oficina de teatro de Nanã, que acontece durante o mês...

‘Está começando a segunda parte do inferno’, diz líder quilombola do RS

"Está começando a segunda parte do inferno", com esta frase, Jamaica Machado, líder do Quilombo dos Machado, de Porto Alegre, resumiu, com certo desânimo, a nova...

Brasileiro dirige único teatro negro da Alemanha

"Ainda tenho um milhão de coisas para fazer", diz Wagner Carvalho, diretor artístico do teatro Ballhaus Naunynstrasse em Berlim, poucas horas antes da estreia da noite. Wagner não...
-+=