A fome do Brasil é negra, mulher e vive nas regiões Norte e Nordeste

Enviado por / FonteDe Ecoa

No Brasil, a fome tem raça, gênero e território. Mulheres negras, em sua maioria residentes nas regiões Norte e Nordeste, são as mais atingidas com a insegurança alimentar, segundo o Inquérito Nacional sobre Segurança Alimentar no Contexto da Pandemia de covid-19, conduzido pela Rede PENSSAN.

Em 2022 a Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou que o Brasil voltou ao mapa da fome. A prevalência da insegurança alimentar grave atingiu 15,4 milhões de brasileiros, ou seja, 7,3% da população, entre 2019 e 2021. Os números do inquérito mostram que a prevalência da fome se dá entre mulheres negras que são chefe de famílias nas regiões Norte e Nordeste.

Neste episódio do podcast Papo Preto, Setela Diogo recebe Bárbara Barboza, coordenadora de justiça racial e de gênero da OXFAM Brasil, organização que colaborou na elaboração do inquérito, para analisar esses números. “A pandemia significou um alto índice de endividamento e também de luto. Significou uma escassez absurda, que há muito tempo não se vivia nesse grau”.

A pesquisadora diz que os dados mostram que uma em cada cinco famílias chefiadas por pessoas que se autodeclaram pardas ou pretas no Brasil sofre com a fome. “Estamos falando de 17% a 20%, que é o dobro em comparação a lares chefiados por pessoas brancas, que é de 10%. A situação é ainda mais grave quando se leva em conta a intersecção com o gênero, pois 22% dos lares chefiados por mulheres que se autodeclaram pardas ou pretas sofrem com a fome, contra 13,5% de lares chefiados por mulheres brancas”.

Papo Preto é um podcast produzido pelo Alma Preta, uma agência de jornalismo com temáticas sociais, em parceria com o UOL Plural, um projeto colaborativo entre o UOL, coletivos e veículos independentes. Novos episódios vão ao ar todas as quartas-feiras.

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Você pode ouvir Papo Preto no canal do UOL no YouTube e nas plataformas de podcast Spotify, Google Podcast, Deezer, Apple Podcast e CastBox.

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Ser Minas Tão Gerais: Outras Impressões da Terça

Por Leno F. Silva No último domingo minha...

“A política não é lugar para preto vagabundo feito você”

Por Douglas Belchior Tenho plena consciência de que represento uma...

A marcha fascista em curso: política, mídia, judiciário e religião

Os atuais desdobramentos políticos e seus duros reflexos na...

Marcelo Rubens Paiva detona campanha de Ellus contra o Brasil

Por Redação O colunista lembra que, apesar da grife culpar...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=