Cineasta Viviane Ferreira será a nova diretora-presidente da SPCINE

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, anuncia que a cineasta e advogada Viviane Ferreira será a nova diretora-presidente da SPCine. Especialista em políticas do setor audiovisual pela UNB e advogada com atuação voltada para o direito público, Viviane assume a empresa municipal do cinema com a missão de dar continuidade ao trabalho de amparo e desenvolvimento do setor audiovisual na cidade.

Nascida em 1985 na cidade de Lauro de Freitas, criada no bairro do Coqueiro Grande, em Salvador, na Bahia, Viviane é moradora de São Paulo há mais de uma década. Ela dirigiu o longa-metragem Um Dia Com Jerusa (2020), exibido com destaque em eventos como o Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul, a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e o Festival de Tiradentes; documentários como Pessoas – Contar Para Viver (2019); e o curta O Dia de Jerusa (2014), que esteve na seleção de festivais internacionais como de Cannes e de Roterdã.

Em agosto passado, Viviane foi eleita presidente do Comitê Brasileiro de Seleção do Oscar 2021, da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais.

Ela também tem atuação profissional na advocacia voltada para o direito público, com foco em direito autoral e cultural, e concluiu o mestrado em políticas de comunicação e cultura pela Universidade de Brasília em 2019. Sua atuação acadêmica, jurídica e cinematográfica se desenvolve ao redor de temas como políticas públicas e modelos de negócio do audiovisual, cinemas e audiovisuais negros, direitos humanos e direito cultural.

“A Spcine faz parte de uma política de Estado que inova e aponta nortes para o setor audiovisual e cultural da cidade de São Paulo, mas que também influencia o Brasil inteiro”, diz Viviane. “Vivemos um momento político muito delicado, no qual o setor cultural precisa explicar todos os dias a sua importância para a economia e desenvolvimento do país, com todas as especificidades do campo audiovisual. A Spcine deve continuar atuante, contribuindo com o debate e implementando ações que nos permitam enfrentar os desafios políticos do momento.”

Laís Bodanzky, Viviane Ferreira e Alê Youssef. (Foto: Secretaria Municipal de Cultura)

A nova diretora-presidente afirma que chega com boas expectativas para “a construção de pontes e diálogos que possam garantir um ambiente que nos permita trabalhar dando continuidade, aprimorando e inovando nas ações protagonizadas pela empresa”.

Viviane Ferreira assume o cargo de Laís Bodanzky, diretora-presidente da Spcine desde fevereiro de 2019.

“Desde que Laís Bodanzky aceitou nosso convite para assumir a presidência da Spcine, deixou clara sua disposição de se dedicar por dois anos à estruturação e valorização da empresa municipal e do próprio setor audiovisual na cidade de São Paulo”, comenta o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, Alê Youssef. “Abrindo mão temporariamente de sua celebrada e premiada carreira, Laís posicionou São Paulo no topo do audiovisual brasileiro e foi certamente a melhor presidente que Spcine já teve. Muito obrigado, Laís.”

“Com orientação do prefeito Bruno Covas, iniciamos junto com a Laís um período de transição para uma nova gestão onde a palavra de ordem é continuidade”, diz Youssef.

“Tenho certeza de que com todo seu conhecimento, capacidade de articulação e ativismo, Viviane vai dar procedimento ao crescimento da SPCine, participar do nosso trabalho de posicionamento da cultura na centralidade do desenvolvimento econômico e social da cidade e agregar demais na luta coletiva de amparo, defesa e valorização da nossa cultura nesse período tão difícil”, completa o secretário.

Informações à imprensa

Secretaria Municipal de Cultura

Guilherme Sobota | Gabriel Fabri

[email protected].br

 

Foto em destaque: Reprodução/ Glamurama 

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Álbum solo “Boogie Naipe” do Mano Brown é indicado ao Grammy Latino

Após anos de muita expectativa, o álbum de estreia...

Conheça Filhas do Pó, primeiro filme de uma cineasta negra distribuído nos Estados Unidos

Se Filhas do Pó fosse uma grande produção hollywoodiana,...

Conheça os nomes que deverão causar na cena musical em 2018

Entre IZA e Karol Conka, veja cinco artistas que...

Kendrick Lamar coloca soldados para marchar contra o racismo no Grammy 2018

Kendrick Lamar foi um dos grandes destaques da noite...

para lembrar

Mortalidade materna de mulheres negras é o dobro da de brancas, mostra estudo da Saúde

Assim como outros indicadores de saúde, a mortalidade materna é...

Presidenta Dilma Rousseff recebe lideranças do Movimento Negro

Educação, saúde, democratização da comunicação e enfrentamento à violência...

Núcleo de Cultura Afro-Brasileira completa 40 anos de atividades

O Núcleo de Cultura Afro-Brasileira (Nucab), da Universidade de...

Ilê Aiyê promove a Semana da Mãe Preta em homenagem à mulher negra

A Associação Cultural Ilê Aiyê promove a partir da...
spot_imgspot_img

Por que Bob Marley é um ícone dos direitos humanos

Ao se apresentar em junho de 1980 na cidade alemã de Colônia, Bob Marley já estava abatido pela doença. Ainda assim, seu carisma fascinou...

‘Ah, se não Fosse o Ilê Aiyê’: bloco afro mais antigo do país celebra 50 anos de resistência e pioneirismo

Se o bloco afro mais antigo do país enfrentou resistência ao desfilar pelo circuito de Carnaval de Salvador (BA) pela primeira vez, em 1975,...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...
-+=