Curso Racismo e Seus Afetos, com a escritora Ana Maria Gonçalves

A escritora mineira radicada na Bahia, Ana Maria Gonçalves, ministra o curso Racismo e Seus Afetos.

Do Itaú Cultural 

Tomando como ponto de partida a frase “Teoria é bom, mas não impede as coisas de existirem”, do médico francês Jean-Marie Charcot, grande influenciador de Freud, a escritora propõe uma reflexão sobre o racismo como reserva de patrimônio biológico e sintoma social; como drama individual e drama coletivo, que norteia não apenas as relações brancos x negros, mas também brancos x brancos e negros x negros; como fator de segregação e de fraternidade, levando em conta suas consequências reais sobre emoções a sentimentos.

Para isso, o curso é dividido em cinco módulos, cada um abordado em um dia do curso: Solidão, Medo, Desejo, Ódio e Amor. As inscrições são realizadas pelo telefone (11) 2168 1876 e acontecem de 15 a 24 de março (de terça a sexta, das 9h às 20h); o resultado será divulgado no dia 31 de março neste site.

> Em 2015 Ana Maria Gonçalves participou do evento Escritora-Leitora, ouça aqui a participação dela no evento

Ana Maria Gonçalves
Nascida em Ibiá (MG) em 1970, cursou publicidade e propaganda e trabalhou na área até 2001, quando começou a escrever ficção. Em 2002 mudou-se de São Paulo para a Ilha de Itaparica (BA), onde escreveu e lançou em edição de autor o romance Ao Lado e à Margem do que Sentes por Mim. Enquanto escrevia a obra, fazia a pesquisa histórica para Um Defeito de Cor, metaficção historiográfica baseada na vida de Luisa Mahin, tida como mãe do poeta Luiz Gama; o livro foi lançado pela Editora Record em 2006 e recebeu o prêmio cubano Casa de Las Americas em 2007. Ana Maria tem textos publicados em antologias em Portugal e na Itália. Morou por sete anos nos Estados Unidos, pesquisando e ministrando cursos e palestras sobre relações raciais. Como escritora-residente, ministrou leituras e cursos na Universidade Tulane (2007), na Universidade Stanford (2008) e no Middlebury College (2009), todos nos EUA. Atualmente mora em São Paulo, onde está finalizando um novo livro de ficção, Quem É Josenildo?, e duas peças de teatro, Diversos e Tchau, Querida!, além de escrever para teatro e cinema.

 

Racismo e Seus Afetos
com Ana Maria Gonçalves
segunda 3 a sexta 7 de abril de 2017
19h às 22h
[duração aproximada: 180 minutos]
Sala Multiúso (piso 2)

Entrada gratuita – para participar é preciso fazer inscrição prévia pelo telefone (11) 2168 1876, de 15 a 24 de março; de terça a sexta, das 9h às 20h

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

Guerreiro Ramos, pioneiro nos estudos do racismo no Brasil

Não foram poucas as controvérsias protagonizadas, em vida, pelo...

70% das pessoas graduadas que ganham até 1 salário mínimo são mulheres

Elas são mais qualificadas, mas continuam ganhando menos que...

Professoras se casam em escola particular com presença de pais e alunos

Tolerância também se aprende na escola. Casamento de professoras...
spot_imgspot_img

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou que o Estado do Rio de Janeiro e o município do Rio se abstenham de apreender e...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria racial e ter sido esganado por uma mulher após discutir com o genro dela, em São...

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar o pé na rua. Inclui jamais sair sem um documento; não ir ao supermercado com...
-+=