Datafolha comprova: protesto é justo

Pesquisa revela que a avaliação da população sobre o sistema de transporte público é a pior desde 1987, primeiro ano da série histórica; 55% o consideram ruim; transportados sem qualquer dignidade em ônibus lotados, os passageiros começam a se insurgir contra décadas de descaso do poder público; números também desmentem a tese do governador Geraldo Alckmin, que vê protesto de natureza política

É justo ou não o protesto contra o aumento das tarifas de ônibus, que começou em São Paulo e já se espalha diversas capitais do País? A julgar por uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, a resposta é, claramente, sim.

Em São Paulo, o sistema de transporte público, que inclui ônibus, trens e metrô, é reprovado por 55% dos usuários – a pior avaliação desde o início da série histórica, em 1987. Até agora, a pior avaliação era a a de 2007, com 51%.

Na pesquisa, publicada neste sábado na Folha de S. Paulo, foram entrevistadas 815 pessoas.

Esta situação cria mais um problema para o governador Geraldo Alckmin, que, além da segurança pública, um de seus pontos frágeis, terá de enfrentar também a crise dos transportes.

Segundo ele, os protestos têm natureza política.

O Datafolha revela que a população se rebela contra o fato de ser tratada de forma indigna nos ônibus, trens e metrôs.

 

Fonte: 24/7

+ sobre o tema

Jovem morto após abordagem de PMs na Baixada foi executado com tiro no rosto

Uma análise preliminar feita pela Polícia Civil no local...

Gilberto Gil vai processar autor de comentário racista na internet

Gilberto Gil conseguiu derrubar na Justiça publicação do site...

para lembrar

Professora se revolta com comentário do global Alexandre Garcia e vídeo explode nas redes sociais

Um comentário do jornalista Alexandre Garcia, em um noticiário da Globo...

Registros de intolerância religiosa aumentam 22% no estado de SP

Crescimento é referente ao ano 2019, em comparação a...

Igual por Direito – Diversidade racial no universo jurídico

No dia 21/11 a FGV Direito SP, em parceria...
spot_imgspot_img

Senado aprova prorrogação e ampliação da política de cotas para concursos públicos

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (22), o projeto de lei (PL) 1.958/2021, que prorroga por dez anos a política de cotas afirmativas para concursos...

Morte de senegalês após ação da PM em SP completa um mês com investigação lenta e falta de acesso a câmeras corporais

Um mês após a morte do senegalês Serigne Mourtalla Mbaye, conhecido como Talla, que caiu do 6º andar após ação policial no prédio em que morava...

Maurício Pestana: escola de negros e o Terceiro Vagão

Em vários artigos já escritos por mim aqui, tenho apontado como o racismo no Brasil utiliza a via da questão econômica e educacional para...
-+=