Livre elege Joacine Katar Moreira para o Parlamento

Joacine Katar Moreira foi eleita deputada pelo Livre. Este partido junta-se assim ao Iniciativa Liberal e ao Chega na estreia parlamentar.

Do Negócios

Joacine Katar Moreira, eleita pelo Livre. (Sara Matos / Global Imagens)

O Livre fundado em 2014 pelo historiador Rui Tavares assegurou, pela primeira vez, representação no Parlamento.

Joacine Katar Moreira foi a cabeça de lista por Lisboa e será a representante do Livre no Parlamento. A futura deputada tem 37 anos e é natural da Guiné-Bissau. Licenciada em História Moderna e Contemporânea – vertente de Gestão e Animação de Bens Culturais e mestre em Estudos do Desenvolvimento. É doutorada em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL. Foi bolseira de Investigação a trabalho em arquivos e consultora em Organizações não-governamentais. É ativista anti-racista.

Joacine Katar Moreira, cabeça-de lista do Livre, foi eleita por Lisboa LUSA/RODRIGO ANTUNES

Depois de ter alcançado 2,18% dos votos nas eleições europeias de 2014, ficando à beira de eleger Rui Tavares para o Parlamento Europeu, a coligação Livre-Tempo de Avançar não foi além dos 0,73% nas legislativas do ano seguinte.

Já em maio último, o partido voltou a crescer nas urnas ao obter 1,83% nas europeias.

Joacine Katar Moreira, eleita pelo Livre. RODRIGO ANTUNES/LUSA

A cabeça de lista do Livre por Lisboa, eleita nas legislativas de domingo, afirmou hoje que “não há lugar para extrema-direita no parlamento”, salientando que o seu partido será “a esquerda anti-fascista e anti-racista”.

“Não há lugar para extrema-direita no parlamento português”, gritou Joacine Katar Moreira no púlpito montado na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, após confirmar que tinha garantido a eleição.

 

Leia Também:

Legislativas em Portugal: O que quer Joacine Katar Moreira?

Livre defende quotas étnico raciais para “reduzir assimetrias”

 Joacine Katar Moreira visita Geledés 

“Não se pode defender apenas algumas igualdades”, pedem as feministas negras

Instituto da Mulher Negra em Portugal criado para lutar contra “silenciamento e invisibilização”

+ sobre o tema

O golpe de 2016 e seu estudo nas universidades

Se várias universidades resolveram colocar o tema “O golpe...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

para lembrar

A loucura nos salva da lucidez.

Por: Arisia Barros O louco da cidade E...

Tom Morello volta ao Brasil e pede justiça para Marielle

Quem acompanha a trajetória do guitarrista Tom Morello, sabe...

Ativista norte-americana Dorothy Height morre aos 98

  WASHINGTON (Reuters) - A ativista norte-americana de direitos civis...

Filha mais velha de Obama, Malia atrai legião de fãs com seu estilo

Filha do dono da caneta mais poderosa do mundo,...

‘Questão do racismo tem a ver com a sobrevivência do capitalismo’, diz Diva Moreira, intelectual negra de MG

"A despeito da rigidez da estrutura de dominação, eu sou uma mulher de muita esperança." É assim que a jornalista, cientista política, ativista e...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...
-+=