Marielle Franco será homenageada na maior universidade de Nova York

Ato acontece na quinta-feira, um ano após seu assassinato

Por  GUILHERME  AMADO e  EDUARDO BARRETTO, do Época

Foto: Márcia Foletto / Arquivo / O Globo

Alunos da Universidade de Columbia, em Nova York, na maioria brasileiros, farão homenagem a Marielle Franco na próxima quinta-feira, quando completará um ano que ela foi assassinada. O crime segue sem solução.

“Sabemos que Marielle foi assassinada por sua maneira diferente de fazer política, por seu apoio às populações marginalizadas e por sua luta contra as milícias do Rio de Janeiro. Mas sabemos também que ela foi executada por ser mulher, negra, lésbica e por representar a favela”, dizem os estudantes em carta à comunidade universitária.

A ação acontecerá na escadaria principal do campus . Pessoas de outros países com políticos assassinados nos últimos meses também participarão. Depois do evento na universidade, os organizadores planejam fazer uma vigília no parque Washington Square, no sul de Manhattan.

 

Leia Também:

PM reformado e ex-PM são presos suspeitos de participação nos assassinatos de Marielle e Anderson

Preso por morte de Marielle já foi homenageado na Alerj; saiba quem são os 2 suspeitos do crime

+ sobre o tema

Liniker: “Sou bicha, sou preta, mas não sei se sou homem ou sou mulher”

Liniker teve seu nome inspirado em um jogador inglês,...

Chiquinha Gonzaga recebe homenagem do Google: saiba biografia da pianista

Pianista brasileira compôs mais de 2 mil músicas e...

Machismo, racismo e homofobia. Por Juremir Machado da Silva

Tinha razão Roger Bastide: o Brasil é uma terra...

Novos tipos de família já são maioria no brasil

Pela primeira vez, o modelo de casal com filhos...

para lembrar

As cervejas transgênicas e as incertezas da ciência – Por: Fátima Oliveira

Um alerta o artigo “Cerveja: o transgênico que você...

Programa Marielle Franco, conheça as propostas selecionadas!

O intuito do Programa de Aceleração do Desenvolvimento de Lideranças...

Um Brasil para todos

O documento Plano Plurianual elaborado pelo governo coloca em...

As chances das mulheres na universidade

Estudo sugere que disciplinas com alta presença feminina não...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=