Brie Larson é acusada de preconceito por viver “salvadora branca” em filme

Brie Larson — escalada para interpretar a Capitã Marvel em 2019 — vem sendo acusada de apoiar estereótipos e outros preconceitos pelo seus papel no filme “Basmati Blues”, que se passa na Índia.

no Cinema UOL

A vencedora do Oscar vive uma cientista que cria um arroz modificado geneticamente e defende o povo local contra as corporações gigantescas. O primeiro trailer foi divulgado nesta semana.

“Estou cansado desses filmes de Hollywood em que pessoas brancas vêm para salvar nossas almas e arroz e terras”, escreveu um usuário no Twitter.

“Esse trailer da Brie Larson é todo clichê indiano em dois minutos. Salvadora branca, pessoas andam no teto dos trens e comida apimentada. Parem com essa loucura”, completou outro.

No YouTube, as críticas também são comuns. “Parece que eles filmaram há 20, 30 anos. Se a Índia parecer com isso agora, então dinossauros vivem na Noruega. Eu sou paquistanês e estou ofendido. Quem fez essa pseudo-oriental merda?”, acrescentou um usuário.

O filme ainda foi acusado de apropriação cultural por mostrar, no pôster oficial, a norte-americana usando um sari no corpo e um bindi (vestimentas típicas indianas) na cabeça.

+ sobre o tema

Conheça Nyadak Duckie Thot uma modelo que parece a Barbie

A internet está enlouquecida com a modelo Nyadak Duckie...

Chega de regras: essas modelos estão desafiando padrões de beleza

Os padrões de beleza são cada vez mais desafiados. Ainda bem!...

O racismo está no centro de todas as questões

A diretora Kathryn Bigelow especializou-se em criar filmes de...

para lembrar

Lupita Nyong’o e Pharrell Williams estão entre novos membros da Academia do Oscar

A mexicana de origem queniana Lupita Nyong'o, ganhadora do Oscar...

Spike Lee ressalta papel de negros e latinos na sociedade

Caracas, 24 jul (EFE).- Em visita à Venezuela, o...

Linha da MAC que celebra Aaliyah é vitória para mulheres negras

A decisão da MAC de produzir uma coleção em...
spot_imgspot_img

Por que ser antirracista é tão importante na luta contra a opressão racial?

O Laboratório de Estudos de Gênero e História, da Universidade Federal de Santa Catarina, lança nesta quarta-feira (21) o quinto vídeo de sua campanha de divulgação...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO), entidade fundada em 1988, com  longa trajetória na luta contra o racismo e suas múltiplas...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase que o antropólogo Kabanguele Munanga, uma das maiores autoridades do Brasil em estudos raciais, define...
-+=