Mais de 600 pessoas negras foram mortas em MT em 2021, aponta Atlas da Violência

Enviado por / FonteG1

De acordo com o Atlas, uma pessoa negra corre, relativamente, um maior risco de ser uma vítima letal.

Mato Grosso registrou 672 casos de homicídio contra pessoas negras no ano de 2021, segundo os dados do Atlas da Violência 2023, que foram divulgados em Brasília na manhã desta terça-feira (5). O levantamento do Governo Federal tem como base fontes do Ministério da Saúde.

Além disso, os dados apontaram que 210 pessoas não negras foram mortas no estado, também no ano de 2021. De acordo com o Atlas, uma pessoa negra corre, relativamente, um maior risco de ser uma vítima letal.

O documento traz também uma proporção de vítimas de homicídios por cor, apontando que 76% são de pessoas negras e 24% de não-negros.

Um dos tópicos apontados no Atlas diz que “ainda que a diferença de letalidade fosse explicada por diferenças socioeconômicas entre esses grupos sociais, a maior letalidade de negros já seria um efeito indireto do racismo estrutural”.

No levantamento ainda consta que, no âmbito nacional, o risco relativo de uma pessoa negra ser vítima fatal aumentou entre 2019 e 2021, passando de 2,6 para 2,9.

Número de homicídios contra negros em MT

  • 2020 – 770 pessoas
  • 2019 – 696 pessoas
  • 2018 – 766 pessoas
  • 2017 – 850 pessoas
  • 2016 – 922 pessoas

Outros dados trazidos pelo Atlas da Violência é a quantidade de mulheres mortas no estado, que é de 81 vítimas. Dentro desse número, 62 são de mulheres negras.

+ sobre o tema

Leci Brandão sai em defesa da Vai-Vai: ‘Nenhuma instituição está acima da crítica’

'A crítica social é necessária na medida em que...

Nota de esclarecimento GRCSES VAI-VAI

Em 2024, a escola de samba Vai-Vai levou para...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO),...

para lembrar

O racismo dos outros e a nossa hipocrisia

Repugnante a atitude de torcedores peruanos que imitaram macacos...

Garantir direitos para superar o racismo e a violência

No Dia Internacional da Juventude, o UNFPA e agências...

“Preso, aprendi cedo tudo sobre crime e roubo”

"Aqui estou eu, no Instituto para Menores Delinquentes de...
spot_imgspot_img

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO), entidade fundada em 1988, com  longa trajetória na luta contra o racismo e suas múltiplas...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase que o antropólogo Kabanguele Munanga, uma das maiores autoridades do Brasil em estudos raciais, define...

Jornalista é vítima de injúria racial dentro de supermercado da Baixada Fluminense

O colunista Daniel Nascimento, do jornal O Dia, foi vítima de injúria racial em um supermercado de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na última...
-+=