Tolerância de ficção. A alarmante hipocrisia do Oscar

Negro dá prêmio a branco, falsa transexual é indicada… Oscar e a falsa tolerância de Hollywood

Por ENRIQUE ALPAÑÉS, do El Pais 

Tudo pelas minorias, mas sem as minorias. O lema do despotismo esclarecido parece ter sido modernizado na moderníssima e politicamente correta Hollywood, e a frase resume o ambiente dominante na próxima cerimônia de entrega do prêmio Oscar. A mais recente voz crítica foi a prodigiosa de Anohni, cantora transgênero antes conhecida como Antony, de Antony and the Johnsons. A primeira transgênero a conseguir uma indicação para o Oscar anunciou em carta pública que não comparecerá à festa porque não deixaram que ela se apresentasse. A Academia achou que faz muito mais sentido pular sua interpretação para que um grupo mais mainstream tenha tempo de se apresentar à vontade, mesmo que não tenha sido indicado, como aconteceu com o Foo Fighters. É chover no molhado. Sua crítica se soma às feitas pela comunidade afro-americana devido à ausência de atores negros entre os indicados, pelo segundo ano consecutivo.

Vai se criar um grande paradoxo. A 88ª edição do prêmio Oscar vai ser apresentada por um negro, Chris Rock, que entregará prêmios a brancos. O público vai aplaudir a brava interpretação de Eddie Redmayne como primeira transexual da história (em “A Garota Dinamarquesa”) consciente de que os organizadores vetaram a ida ao palco da primeira transgênero a conseguir uma indicação. Tudo muito politicamente correto na aparência, com sua dose certa de diversidade racial, sexual e de gênero. Tudo muda para que tudo continue igual.

INDIO, CA - APRIL 19:  Musician Antony Hegarty from the band Antony and the Johnsons performs during day three of the Coachella Valley Music & Arts Festival 2009 held at the Empire Polo Club on April 19, 2009 in Indio, California.  (Photo by Frazer Harrison/Getty Images)
Continue lendo aqui

+ sobre o tema

Em autobiografia, Martinho da Vila relata histórias de vida e de música

"Martinho da Vila" é o título do livro autobiográfico...

MG lidera novamente a ‘lista suja’ do trabalho análogo à escravidão

Minas Gerais lidera o ranking de empregadores inseridos na...

Violência sexual em espaços noturnos e responsabilização de agressores

As recentes notícias de que duas mulheres teriam sido...

para lembrar

Traficantes dão ordem para fechar terreiros na Baixada Fluminense

Último caso aconteceu na semana passada em Duque de...

Alemanha – Vítimas de crimes racistas terão cerimónia de homenagem

A Alemanha vai organizar uma cerimónia de homenagem às...

Sophia Abrahão chora ao lembrar racismo sofrido por sobrinhos de Sérgio Malheiros

Sophia Abrahão confessou, durante uma conversa com a imprensa...

Protesto de internautas leva Ministério público aceitar denúncia contra Mayara Petruso por racismo

Ministério público aceita denúncia e Mayara Petruso responderá...
spot_imgspot_img

Don Cheadle explica por que ele não gosta tanto do Oscar

Don Cheadle foi indicado ao Oscar de Melhor Ator em 2005 por “Hotel Ruanda”, mas ele não está muito interessado em comparecer à cerimônia. “Você...

Da’Vine Joy Randolph vence o Oscar de Melhor atriz coadjuvante

Uma das favoritas da noite do 96º Oscar, Da'Vine Joy Randolph se sagrou a Melhor atriz coadjuvante da principal premiação norte-americana do cinema. Destaque...

‘Ficção Americana’, com Jeffrey Wright, é a grande surpresa do Oscar

"Ficção Americana" não é um título ao acaso. Ele trata, em forma de comédia, da crença que os Estados Unidos criou e dissemina de que se...
-+=