I Semana Interdisciplinar dos Estudos Africanos e Afro-Brasileiros da UFMA

A Licenciatura Interdisciplinar em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros da UFMA, primeiro curso do gênero no Brasil, realizará de 13 a 17 deste mês a I Semana Interdisciplinar do curso. As atividades acontecerão todos os dias das 19h às 22h na Casa do Maranhão, localizado no Centro Histórico de São Luís, com exceção da atividade do dia 16, que ocorrerá no Auditório Mário Meireles do Centro de Ciências Humanas da Cidade Universitária Dom Delgado. A entrada será gratuita e não será necessária a realização de inscrições, sendo totalmente aberta ao público.

por Marcelo Pagliosa via Guest Post para o Portal Geledés

A Semana será aberta com o debate “A África segundo os africanos: Guiné-Bissau e Angola”, realizado por estudantes africanos da UFMA. Também acontecerão discussões interdisciplinares acerca de um dos clássicos da literatura maranhense, como “Os Tambores de São Luís”, de Josué Montello. Além disso, serão apresentados poemas do angolano Agostinho Neto e de Conceição Evaristo. No penúltimo dia de evento, doutora honoris causa Mundinha Araújo ministrará a palestra “A História do Movimento Negro do Maranhão”.

Segundo o docente e um dos idealizadores da Licenciatura Interdisciplinar em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros, Marcelo Pagliosa, o objetivo do evento é propiciar uma maior integração entre o curso e a comunidade de São Luís. “Pretendemos tornar permanentes o Sarau dos Estudos Africanos e o Coletivo Sonhações, que possui a ideia de aglutinar intelectuais e artistas, que estejam ou não fazendo parte de outros grupos culturais e/ou literários”, afirma.

Segundo a coordenadora da Licenciatura, Kátia Regis, a Semana Interdisciplinar será uma oportunidade ímpar para que a comunidade universitária e maranhense possa dialogar sobre aspectos importantes relacionados ao estudo do continente africano e da História e Cultura Afro-Brasileira.

Siga a UFMA no Twitter e curta nossa página no Facebook. Envie informações à Ascom por WhatsApp(98) 98408-8434.
Confira a programação

SEMANA INTERDISCIPLINAR DOS ESTUDOS AFRICANOS E AFRO-BRASILEIROS
13 a 17 de julho de 2015

13 de julho:
19h00: A África segundo os africanos: Guiné-Bissau e Angola
Palestrantes: Anso da Silva e Deolindo Deolino Augusto Lourenço Sá (Guiné-Bissau); Francisco Antônio Pindale, Anacleto Domingos Xavier e Osmilde Augusto Miranda (Angola)
Local: Casa do Maranhão (Centro Histórico)

14 de julho:
19h00: Literatura Africana e Afro-Brasileira
Palestrantes: Profa. Dra. Kátia Regis, Prof. Dr. Marcelo Pagliosa e Prof. Me. Rosenverck Estrela Santos
Local: Casa do Maranhão (Centro Histórico)

15 de julho:
19h00: Literatura Africana e Afro-Brasileira
Palestrantes: Prof. Dr. Antônio Evaldo Almeida Barros, Prof. Dr. Carlos Benedito Rodrigues e Prof. Me. Richard Christian Pinto dos Santos
Local: Casa do Maranhão (Centro Histórico)

16 de julho:
19h00: A História do Movimento Negro do Maranhão
Palestrante: Profa. Dra. Honoris Causa Mundinha Araújo
Local: Auditório Mário Meireles – CCH (Campus UFMA – Bacanga)

17 de julho:
19h00: Sarau dos Estudos Africanos e Afro-Brasileiros e pré-lançamento do Coletivo SONHAÇÕES
Local: Casa do Maranhão (Centro Histórico)

** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

+ sobre o tema

IMS Paulista inaugura retrospectiva do fotógrafo Walter Firmo

A partir de 30 de abril (sábado), a sede de...

Pesquisa atesta que mulheres quilombolas são mais hipertensas

Estudo da Faculdade de Nutrição aponta riscos de saúde...

Sempre chorei por Michael Jackson

por: Solimar Carneiro - Chorei quando estava apaixonada por ele: eu...

para lembrar

Obama lidera comemoração do centenário de nascimento de Mandela

O discurso do ex-presidente americano Barack Obama é o...

Contos inéditos revelam inclusão e exclusão no pós-abolição

Ele é um desconhecido das aulas de literatura. Negro,...

Mumia Abu-Jamal completa 59 anos: a voz dos que não tem voz

Mumia Abu-Jamal completa nesta quarta-feira (24) 59 anos. Mumia...
spot_imgspot_img

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...
-+=