PM réu por morte da menina Ágatha Felix está com Covid e audiência é adiada para 2021

Enviado por / FonteDo G1

O policial militar Rodrigo José de Matos Soares, acusado de matar a menina Ágatha Vitória Sales Felix, de 8 anos, foi diagnosticado com Covid-19 e, por isso, a pedido da defesa dele, a primeira audiência sobre o caso – que ocorreria nesta quinta-feira (26) – foi adiada para abril de 2021.

É a segunda vez que a sessão na 1ª Vara Criminal é prorrogada. Em junho, foi determinada a remarcação da audiência por conta da pandemia.

Ágatha Felix foi morta no Complexo de favelas do Alemão, Zona Norte, na noite de 20 de setembro de 2019. A menina estava dentro de uma kombi com a mãe quando foi baleada nas costas.

Dois meses após o crime, a investigação da Secretaria de Polícia Civil concluiu que não havia tiroteio no momento em que a criança foi baleada. Também foi confirmado ao fim do inquérito que a bala que atingiu a menina saiu do fuzil que estava com o PM Rodrigo José.

No início de dezembro daquele ano, o Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o PM por homicídio qualificado. Se condenado, o policial, que responde ao crime solto, poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão.

Fonte: G1

+ sobre o tema

para lembrar

Ante indiferença de pedestres, nigeriano é agredido até a morte em rua da Itália

Um crime contra um vendedor ambulante nigeriano na Itália chocou o...

II Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro

A campanha reaja ou será morta/morto conclama, convoca e...

No Maranhão, adolescentes relatam o sofrimento de violência e tortura policial

Além de encontrar situações desumanas nas unidades socieducativas de...

O racismo mata: aqui, nos EUA, na África e em todo lugar

#wecan'tbreath - (não podemos respirar) Em uma mesma semana, vimos...
spot_imgspot_img

Atirador mata três homens negros na Flórida; crime teve ‘motivação racial’, diz polícia

Um homem branco matou três homens negros do lado de fora de uma loja de descontos em Jacksonville, no estado americano da Flórida, em...

Por um pacto em defesa da juventude preta, pobre e periférica

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2022 foram registradas 47.508 mortes violentas intencionais no país. Quando resultantes de intervenção policial, 99,2% são homens, 83,1% negros...

Ato em Copacabana pede justiça por rapaz morto em ação policial

Familiares, amigos, moradores da Cidade de Deus, artistas e apoiadores realizaram um ato, neste sábado (19), pedindo justiça por Thiago Menezes Flausino, 13 anos...
-+=