Teatro – Contos Africanos a partir de Shakespeare no CCB

No Grande Auditório do Centro Cultural de Belém pelas 19:00 sobe ao palco a peça “Contos Africanos a partir de Shakespeare”.

Estruturada com base nas tragédias “Otelo”, “Rei Lear” e “O Mercador de Veneza”, “Contos Africanos a partir de Shakespeare” apresenta-se também sob um acentuado tom dramático.

Numa peça que se desenrola em torno da ideia trágica de que o Homem está sempre destinado à fatalidade, temáticas como a violência e descriminação racial e social tão presentes na obra de J.M. Coetzee são também exploradas em larga escala.

É do cruzamento das personagens principais destas três tragédias de Shakespeare com as problemáticas provenientes da obra do autor sul-africano que se compõe o argumento da peça. Um argumento que apesar de transmitir uma mensagem final ao espectador, não se constitui da forma linear a que a audiência está habituada.

“Contos Africanos a partir de Shakespeare” não conta com uma história contínua, mas sim com o intercalar de variados fragmentos de contos, vários pequenos episódios onde as personagens se encontram em distintos locais e situações.

A acção desenvolve-se, na grande maioria das vezes, na presença de um dos heróis das três tragédias de Shakespeare em questão. O velho doente Rei Lear, o negro Otelo e o judeu Shylock são a personificação do sofrimento e da descriminação que tendem a encaminhá-los para um final dramático ao qual acabam por querer chegar, a morte. Representados pelo mesmo actor, os três protagonistas das tragédias de Shakespeare surgem aqui caracterizados como se fossem um só, dando origem à criação própria por parte de Warlikowski de um novo herói shakesperiano.

Numa peça dividida em três actos, são demonstrados através dos vários episódios retratados sempre num tom melancólico e dramático, exemplos do que de pior a natureza humana pode ter. Vingança, traição, ganância, inveja, desprezo e violência são sentimentos e atitudes muito presentes nas personagens. É através deles que se define a principal mensagem da obra, que destaca o amor ao semelhante como o único caminho possível para contornar todos estes sentimentos negativos e atenuar o sofrimento do quotidiano.

Para além de Shakespeare e Coetzee, esta peça teatral cuja duração se aproxima das quatro horas e meia conta também com a participação especial do escritor Wajdi Mouawad, autor do monólogo de Désdemona, situado no II Acto. Referente ao amor imenso que sente pelo seu marido Otelo, este momento constitui-se como um dos mais altos da obra tanto pela forma como consegue transmitir para a plateia uma mensagem tão forte e dramática como pela brilhante interpretação da actriz em causa.

Protagonizado pela companhia de actores Nowy Teatr de Varsóvia, “Contos Africanos a partir de Shakespeare” chegou a Portugal pelas mãos do próspero, um projecto teatral que engloba 6 instituições europeias, nas quais se inclui o CCB, com o intuito de promover a circulação e a partilha de peças teatrais por parte destas instituições com as restantes do grupo.

A representação, falada na língua polaca com legendagem em português, contou ontem, na estreia, com uma audiência suficiente para encher apenas cerca de um terço da lotação do Grande Auditório do CCB.

Fonte: Hardmusica

+ sobre o tema

Júlio Silva prepara sua aposentadoria jogando torneio de veteranos

Júlio Silva, tenista que está no circuito profissional...

Padê Poema 41 – Cuti

    Saiba Mais: Padê poema 40 -...

Padê Poema 44 – Cuti

  Leia Também: Padê poema 40 - Cuti  Padê Poema 41...

Mano Brown prega a paz em shows aguardado da Virada

Mano Brown fez jus à posição de artista mais...

para lembrar

Antes de deixar a prisão, Lauryn Hill lança música raivosa sobre consumismo

Após ficar presa por quase três meses, Lauryn Hill ganhará...

Festival Literário sobre cultura negra em São João de Meriti

A cidade de São João de Meriti recebe...

Hamilton lembra coincidência com Obama e diz que quebrou barreiras

Em 2008, piloto inglês se tornou o primeiro negro...

Panos africanos, tradição reinventada

São actualmente uma peça comum para a grande maioria...
spot_imgspot_img

Novas imagens de Jaafar Jackson como Michael Jackson em cinebiografia chocam web: ‘É o próprio MJ’

Se tem uma cinebiografia que está chamando a atenção dos fãs de cinema ultimamente, essa com certeza é "Michael", longa inspirado na obra e vida de Michael Jackson. Para...

Filmes de Plástico: De  Mar, Amar

Contagem, abril de 1968. Palco da primeira grande greve operária no recrudescer da ditadura militar no Brasil. Contagem semeia Lula em São Bernardo do...

Festival Visões Periféricas anuncia filmes selecionados 

O FESTIVAL VISÕES PERIFÉRICAS confirma a realização da 17ª edição, de 20 a 26 de março, com formato presencial e online e gratuito para todo o Brasil,...
-+=